A soja chegou no Brasil em 1882, ganhando importância econômica em meados da década de 1960, atualmente cerca de 1 em cada 4 sacos de soja consumidos no mundo é produzido no Brasil. A produção brasileira supera 75 milhões de toneladas anuais, destacando o Brasil em 2º lugar no mundo como produtor e exportador de soja. Os maiores produtores se concentram no PR e em SP, onde existe condições climáticas mais favoráveis para o cultivo e manutenção da soja, oferecendo colheitas de alta qualidade.

A plantação da soja

O plantio da soja inicia na escolha e preparação do solo, que deve ser barroso e com boa drenagem, é necessário que tenha um certo nível de umidade e reserva de água para a germinação da lavoura, sendo assim, a época ideal de plantação inicia em Setembro.

A segunda etapa é preparar a sementeira com nutrientes para que ela cresça adequadamente e, então, plantar a soja. Ela é semeada com média de 4cm de profundidade do solo e, assim, inicia o processo de pós plantio, com o cultivo e a colheita.

Uma informação interessante é sobre o plantio direto, já empregado em mais da metade dos plantios de soja do país. A tecnologia atual permite que se semeie tanto em solo preparado (arado e gradeado), como em solo sem preparo prévio, não havendo o revolvimento do mesmo antes do plantio.

Após plantio

Terminado o plantio, é hora de cuidar da soja e de preparar-se para os tratos iniciais da cultura, os cuidados pós-plantio são essenciais para o desenvolvimento da soja e uma para se ter uma colheita de qualidade.

Logo após o término do plantio, já recomenda-se o monitoramento da lavoura. Esse monitoramento é necessário principalmente no que se refere ao ataque de pragas iniciais da soja que podem reduzir o crescimento das plantas.

O crescimento e o desenvolvimento da soja são medidos pela quantidade de massa seca acumulada na planta, que contém as proteínas e nutrientes minerais. Esses fatores dependem do resultado da soma do potencial genético da soja e da prática do cultivo do solo, dessa maneira, quanto melhor a qualidade da semente comprada e mais bem cuidado e adubado o ambiente para o cultivo, a soja consequentemente terá um bom rendimento.

Após todo o desenvolvimento da soja finalizado, e com os grãos prontos, a colheita é feita através de máquinas. O momento ideal para colher a soja é determinado principalmente através da umidade dos grãos. No Brasil, o ideal para a colheita é no período de Dezembro, contabilizando em média de 100 a 160 dias após o plantio.

O SBRT – O Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas, disponibilizou um dossiê técnico com informações de cultivo e manejo da soja que possuem dados mais específicos e conhecimentos mais aprofundados referentes ao tema em questão. Recomendamos e disponibilizamos no fim da notícia o PDF para leitura de quem tiver interesse.

Produção

A soja é um grão protéico e oleaginoso, cerca de 40% do seu peso seco é formado por proteínas e 20% formado por óleo. Por isso, a sua aplicação e dos seus derivados é muito extensa, sendo empregada na alimentação humana e animal, na produção de biocombustíveis, cosméticos, entre outros. Ela está presente em muitos alimentos industrializados, como por exemplo, o óleo de cozinha, margarinas, queijos, farinhas, molhos, pães, leites, sucos, etc. 70% dos alimentos processados contém soja.

O grão também podem trazer benefícios à saúde, contendo vitaminas B, C, E e K, ômega 3, ferro. Tem um alto teor de gordura boa e contém isoflavona, um composto orgânico que atua na prevenção de câncer de mama, colo do útero e próstata. Também age no cuidado de doenças cardiovasculares, diabetes e osteoporose.

É curioso destacar que existem pesquisas para a confecção de um tecido à base de soja. A ideia é substituir fibras sintéticas por essa fibra vegetal, que poderia ser utilizada em revestimentos, por exemplo, com a vantagem de ser biodegradável. No entanto, o processo de fabricação envolve muita tecnologia e, por enquanto, não é comercialmente viável.

Potencial de Mercado

A soja está entre os grãos mais consumidos no Brasil, sendo processada e transformada em diferentes tipos de alimentos que estão presentes todos os dias na alimentação dos brasileiros. Ainda na indústria, a soja é amplamente utilizada na produção de lubrificantes, explosivos, adesivos, isolantes elétricos, tintas de impressão e vários outros produtos, inclusive de biocombustíveis.

Essa condição cria um cenário favorável na agricultura para os cultivadores de soja ou para quem desejar ingressar no setor, uma vez que a atividade de ser bastante rentável, podendo ser vendida para a indústria alimentícia, farmacêutica e de produção de materiais como citado acima.

O fato da soja ser um grão com diversas finalidades, cria-se um leque de oportunidades de negociação para o agricultor, podendo ter diversas demandas e consumidores e, consequentemente, aumentando os rendimentos financeiros. A soja é com certeza um excelente investimento.

Curiosidades

-A palavra soja deriva da expressão japonesa shoyu (isso mesmo: é o mesmo nome do molhinho escuro no qual molhamos o sushi);

-A carne de soja foi criada pelos seguidores norte-americanos da Igreja Adventista do Sétimo Dia;

-Os maiores produtores de soja do mundo são os Estados Unidos, seguidos de Brasil, Argentina, China e Índia;

-O leite de soja é largamente consumido na Ásia, com a vantagem de que não possui lactose, nem colesterol. É a partir da coagulação do leite de soja que é produzido o tofu;

-Até há pouco tempo desconhecidos da maioria dos brasileiros, os sucos à base de soja acabaram se tornando populares no país. Exemplo de marcas famosas: Sollys (da Nestlé), Ades (Unilever) e Tonyu (Yakult);

-A soja é um dos alimentos de maior valor nutritivo que existe. É excelente fonte de vitamina B6, B2 e K, além de ser rica em potássio, magnésio, selênio, fósforo e ferro. Possui também propriedades antioxidantes;

-A soja sempre foi um dos alimentos “sagrados” da civilização chinesa. Tanto é que, por muito tempo, a sua colheita eram acompanhada de festas e cerimônias suntuosas;

-Metade da área plantada no Brasil é dominada pela soja;

-Um quilo de soja equivale a: 2,2 quilos de carne bovina,  5 dúzias de ovos, 12 litros de leite, ou a 1,5 quilo de queijo;

-O óleo de soja é o mais utilizado pela população mundial no preparo de alimentos. Também é extensamente usado em rações animais;

-A soja é excelente protetora do solo contra a erosão e, nos Estados Unidos, também é usada como adubo verde;

-As plantações de soja estão sendo geneticamente modificadas e o resultado final é utilizado em um número crescente de produtos. Atualmente 80% de toda a soja cultivada sofreu mutação genética;

-Quase 100% da soja cultivada no Brasil é transgênica.

Referências:
http://www.canalrural.com.br
http://www.agricultura.gov.br/
Foto: Mais Soja
Dossiê Cultivo e Manejo da soja:
https://goo.gl/uMsB7R
Compartilhe esse post!