A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA participou, na última sexta-feira, 11 de novembro, do encontro do Grupo de Cairns, que reúne grande exportadores agrícolas para discutir propostas para negociações agrícolas na OMC. Além do Brasil, participaram do evento representantes do setor agrícola da Austrália, Nova Zelândia e Canadá. A mensagem central deixada pelo setor privado foi que as negociações agrícolas na OMC devem continuar nos três pilares previstos na Rodada de Doha: Acesso a mercados, Apoio Doméstico e Competição nas Exportações.

Além disso, um forte apelo foi feito para que os Membros se comprometam com entregas concretas para a 11ª Ministerial da OMC, que acontecerá em Buenos Aires em 2017.

CAIRNS
O Grupo de Cairns é uma organização composta por 19 países: Argentina, Austrália, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Indonésia, Malásia, Nova Zelândia, Paquistão, Paraguai, Peru, Filipinas, África do Sul, Tailândia e Uruguai.

Juntos, os países-membros são responsáveis por mais de 25% das exportações mundiais de produtos agrícolas.

Formado em 1996, na cidade de Cairns, Austrália, este grupo de países exportadores de produtos agropecuários objetivam liberação do comércio no setor.

Fonte: Mais Soja