Com mercado nacional ainda registrando alta no preço de feijão, agricultores paulistas resolveram apostar no cultivo dos grãos. Para aproveitar o bom momento, muitos estão contando com o apoio de tecnologias de nutrição que proporcionem praticidade e boa resposta em produtividade. Apesar da leve queda dos preços em agosto, cerca de 5%, os produtores ainda seguem ampliando investimentos na cultura.

De acordo com o engenheiro agrônomo Ricardo Wernek, que atende produtores de grãos da região, o pacote tecnológico da Nutriceler utilizado via sulco de plantio reúne as principais vantagens que os agricultores esperam. “A Nutriceler conseguiu desenvolver uma tecnologia que permite mais rapidez no plantio, com menos paradas para abastecimento, redução de volume de insumos, melhor aproveitamento da mão-de-obra em todo processo de plantio, aplicação mais eficiente que evita desperdício de produtos, e o melhor de tudo, uma combinação que favorece o desenvolvimento das plantas, ajudando no aumento da produtividade”, frisa o agrônomo.

O pacote de tecnologias que faz parte do manejo utilizado pelos produtores de grãos da região, conta com fertilizantes fluidos formulados com fósforo, nitrogênio, potássio, enxofre, ácidos húmicos, ácidos fúlvicos, extratos de algas e aminoácidos. “Esse mix de produtos oferece muitos benefícios, que vão desde o favorecimento do desenvolvimento radicular até à disponibilização de nutrientes fixados no solo. É um processo que envolve economia de insumos e muita praticidade para o produtor, que está suprindo as demandas nutricionais das plantas no início do seu desenvolvimento”, explica o agrônomo.

Ricardo relata que os agricultores do sul paulista estão otimistas com os resultados observados em outras culturas como a soja, onde o manejo apresentou resultados superiores em aumento de produtividade, além dos outros ganhos operacionais obtidos com o manejo mais simples, como economia de tempo e de mão-de-obra.

 

Fonte: Agro Link