Mesmo com o ritmo mais lento, o plantio do arroz no Rio Grande do Sul segue mais adiantado que na safra 2015/2016 que, nesta mesma época, atingia os 286.986 hectares. Até agora, foram semeados 629.509 hectares, acréscimo de 77.656 hectares em relação à semana anterior. Deste modo, o Rio Grande do Sul tem hoje 57,66% do plantio finalizado.

Como nos últimos levantamentos, a Fronteira Oeste permanece mais avançada, com 79,25% do plantio concluído. Em segundo lugar, quem se aproxima é a Região da Campanha, que já plantou 78,59% da área destinada para o grão. A Zona Sul semeou 73,6% da área, a Planície Costeira Interna, 38,9%, a Região Central, 22,3% e, por último, asaraparece a Planície Costeira Externa, com 19,8% da semeadura encerrada.

De acordo com a Política Setorial do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), a Região Central aparece na última posição por causa das incertezas climáticas. “As chuvas generalizadas que ocorreram naquela região frearam a semeadura sob dois aspectos: primeiro, pela previsão que alertou para grandes volumes, o que gerou uma precaução dos produtores que optaram em não semear nos dias anteriores a chegada da chuva; segundo, pela própria chuva que impede os trabalhos”, constatou o engenheiro agrônomo, Pedro Trevisan Hamann.

Em algumas localidades, os índices pluviométricos atingiram mais de 400 milímetros. A média no RS ficou próxima dos 300 milímetros.

 

Fonte: Mais Soja