Uma missão Veterinária de Cuba está fazendo inspeções sanitárias em frigoríficos de carnes de aves e suínos no Brasil. Eles irão percorrer dez estados: Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Tocantins e Bahia. São dez auditores, divididos em cinco grupos.

Os técnicos cubanos devem renovar a habilitação e autorizar novas plantas frigoríficas. Os veterinários ficam no país até o dia 18 de novembro. As informações são do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Está prevista também a chegada de técnicos da República Dominicana para avaliar abatedouros de carne de frango in natura, ainda no mês de outubro. Segundo o auditor fiscal federal agropecuário da Divisão de Auditoria Internacional do Mapa, Lucio Aki Kikuchi, esta poderá ser a primeira vez que o Brasil venderá o produto ao país.

Entre 21 de novembro e 2 de dezembro, será a vez da Bolívia fazer inspeções no Brasil em estabelecimentos de carnes bovina, suína e de aves. Não deverá haver a habilitação de novos abatedouros, apenas a renovação dos que já exportam. As unidades ficam em Goiás, Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Até o fim deste ano, estão previstas missões da Coreia do Sul (carne suína em Santa Catarina, a partir de 16 de novembro), Peru (carnes bovina e de aves) e México (farinhas de aves e pescado). Os roteiros ainda serão definidos.

 

Fonte: Notícias Agrícolas