Os produtores do sul estão acelerando o plantio de milho para aproveitar a boa umidade do solo. Segundo o informativo conjuntural do Emater, no Rio Grande do Sul,até agora 30% da área projetada foi semeada.

E a simulação feita pelo aplicativo que permite calcular o melhor momento para realizar o plantio [através de levantamentos históricos e previsões climáticas], mostrou que os produtores de Santa Rosa (RS) e Pato Branco (PR) que já iniciaram o plantio do milho verão têm condições ideais para o desenvolvimento da safra.

A ferramenta disponibilizada pelo site www.cropview.com.br auxilia na tomada de decisão dos produtores e na definição do melhor momento do plantio e colheita. O Cropview, permite que o usuário faça o monitoramento em tempo real da lavoura, acompanhando dados climatológicos e de produtividade.

Em Santa Rosa [onde o plantio já alcançou 60%], considerando uma cultivar de 120 dias em um solo argiloso, a demonstração apontou que os produtores que cultivarem o milho primeira safra até 21 de setembro terão de 97% a 84% da produtividade estimada alcançada.

Já para os agricultores que pretendem semear a partir de outubro o percentual de alcance do rendimento, de acordo com levantamento do Cropview, cai para 76%.

Além disso, os produtores podem acompanhar as previsões para cada fase da cultura e fazer um comparativo com a média histórica da região. A sócia fundadora da Rural Tecnologia, Cristina Queiroz ressalta a necessidade dos levantamentos por períodos, já que em “cada etapa a planta tem uma necessidade hídrica e de temperatura.”

Para o município de Pato Branco (PR), onde o plantio alcançou 6% nesta semana, os resultados também são positivos. Considerando as mesmas condições de ciclo e solo, o aplicativo apontou que a semeadura realizada entre 01 a 21 de setembro tem de 99% a 100% de condições favoráveis para que a produtividade alcance o potencial máximo.

O engenheiro agrônomo, Paulo Murray, destaca ainda que o modelo também possui alertas de colheita “que começam a aparecer de 15 a 20 dias antes, para que o produtor consiga se programar para a janela ideal de colheita.” Além disso, é possível receber notificações de geadas, e condições climáticas favoráveis ao desenvolvimento de doenças.

 

Fonte: Notícias Agrícolas