Em dois dias de ordenação de filas na Expointer (29 e 30), 226 animais passaram pela pista do Parque Assis Brasil em busca das escarapelas mais almejadas da Final Nacional de Morfologia. Mas, apesar de haver uma expressiva quantidade dos melhores resultados dos criatórios à altura dos títulos, somente oito deles poderiam levar as rosetas mais importantes. O grande destaque deste ano reforçou a qualidade genética protagonizada, principalmente, pela linhagem de Piraí 1569 do Brazão, cujo sangue formador de vencedores coroa mais três de seus descendentes, entre eles o Melhor Exemplar da Raça em 2016: Dinastia Cala Bassa.

A fêmea que já havia levado para a casa o prêmio de 3ª Melhor Fêmea em 2015, não apenas se superou, como ainda amadureceu o suficiente para ultrapassar outra cria da Cabanha Cala Bassa – Erva Santa Cala Bassa – Reservada Grande Campeã na temporada anterior – e que também voltou com uma nova escarapela na mesma colocação ao criatório do selecionador Marcelo Móglia. A marca de Aceguá/RS também comprovou a genética acertada ao alcançar também o prêmio mais alto entre os garanhões: a escolha do macho Esquivado Cala Bassa-TE como o Grande Campeão.

Conforme Móglia, o resultado é fruto de um projeto desenvolvido em família, com o apoio de uma equipe dedicada e focada em evidenciar os últimos exemplares da linhagem de Piraí 1569, cuja contribuição para a raça deixa um legado muito importante. “É maravilhoso vivermos esse momento espetacular. Estamos extremamente felizes, pois chegar aqui e competir com animais em um universo de cabanhas excepcionais como estas é sensacional”, comemora.

 

Confira o resultado completo:

Fêmeas

Melhor Exemplar da Raça, Grande Campeã e Campeã Égua Adulta

Dinastia Cala Bassa, filha de Piraí 1569 do Brazão e Evita Cala Bassa; criador Marcelo Rezende Móglia e expositores Paulo Gomes Móglia e Marcelo Rezende Móglia, Cabanha Firmeza e Cala Bassa, Aceguá/RS

Reservada Grande Campeã e Campeã Égua Menor

Erva Santa Cala Bassa, filha de Piraí 1569 do Brazão e Adrenalina Cala Bassa; criador e expositor Marcelo Rezende Móglia, Cabanha Cala Bassa, Aceguá/RS

3ª Melhor Fêmea e Reservada Campeã Égua Adulta

Camb Chula 333, filha de Índio da Escondida e Chula do Strass; criador e expositor Irmãos Bastos, Estância Itapitocai, Uruguaiana/RS

4ª Melhor Fêmea e Reservada Campeã Égua Menor

Guanabara Outra Más, filha de Guanabara João de Barro e Guanabara Jaçanã; criador e expositor Luiz Carlos da Silva Carvalho Júnior, Cabanha Guanabara, Rio Grande/RS

Machos

Grande Campeão e Campeão Cavalo Menor

Esquivado Cala Bassa-TE, filho de Piraí 1569 do Brazão e Favorita Cala Bassa; criador e expositor Marcelo Rezende Móglia, Cabanha Cala Bassa, Aceguá/RS

Reservado Grande Campeão e Campeão Potranco Menor

Alferes do Orelhano, filho de JA Impulso e Peleadora do Orelhano; criador Hugo Mariani Filho e expositores Hugo Mariani Filho e Gilberto Rodrigues Freitas, Cabanha do Orelhano e Santa Fé, Chapada/RS

3º Melhor Macho e Reservado Campeão Potranco Menor

Querendon do Recanto Crioulo, filho de Mañanero Manicero e Indaía da Vila Velha; criador Adelmo Hess e expositores Adelmo Hess e Vinícius Cardoso dos Santos, Estância Três Coxilhas e Cabanha Melodia, Barra Velha/SC e Santiago/RS

4º Melhor Macho e Campeão Cavalo Adulto

Viragro Rio Bravo, filho de Viragro Rio Tinto e Capella La Pataya; criador e expositor Viragro Agropecuária Ltda, Cabanha A Tala, Dom Pedrito/RS

 

 

Fonte: Site Cavalo Crioulo

Fotos: Felipe Ulbrich

 

Compartilhe esse post!