Mesmo com a expectativa de uma safrinha recorde neste ano, o preço da saca de milho colocada no porto de Paranaguá (PR) é o mais alto desde março de 2014, as informações são do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada. Na comparação, o Cepea usa como referência a cotação da saca de 60 quilos da quinta-feira anterior (27), que fechou a R$ 31,02 para embarque imediato. O valor é o maior desde março de 2014, segundo o levantamento.

Em nota, pesquisadores do Cepea afirmam que a sustentação continua vindo da desvalorização do real, que eleva a competitividade do grão brasileiro no mercado internacional. As máximas mais cedo refletiam o aumento da tensão dos investidores com o Brasil, além dos desdobramentos da desaceleração da China e da possibilidade de início da alta de juros nos EUA em breve.

Embora o volume exportado nas três primeiras semanas de agosto (1,41 milhão de toneladas) tenha ficado abaixo do verificado no mesmo período do ano passado (2,46 milhões de toneladas), de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Secex/MDIC), a perspectiva é de que os embarques sigam em ritmo acelerado. Segundo o Cepea, há atualmente um grande número de navios chegando aos portos brasileiros para carregamento de milho.

As informações são do Estadão Conteúdo.