São Paulo, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais. Nesta ordem, são os cinco estados que mais exportaram produtos do agronegócio em julho de 2015. Juntos, somaram US$ 6,17 bilhões, o que representa 67,7% do total exportado pelo Brasil. Confira o panorama de exportação em cada um dos estados do ranking e seus produtos mais vendidos para o exterior, as informações são do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:

 

São Paulo

Responsável por embarques de US$ 1,54 bilhão. O complexo sucroalcooleiro foi o principal setor exportador, com US$ 528,63 milhões: US$ 435,58 milhões de açúcar de cana ou beterraba, US$ 92,77 milhões de álcool e US$ 284 mil de demais açúcares.

Em seguida, aparecem os sucos, com exportações de US$ 202,59 milhões. Deste valor, US$ 199,16 milhões foram de suco de laranja e US$ 3,40 milhões de sucos de outras frutas.

Em terceiro, ficou o complexo soja, com US$ 177,43 milhões em exportações. O destaque do setor foi da soja em grãos, com US$ 150,19 milhões, seguida pelo farelo de soja, com US$ 25,13 milhões, e o óleo de soja, com US$ 2,11 milhões.

 

Mato Grosso

Mato Grosso ficou em segundo lugar no ranking, com exportações de US$ 1,41 bilhão em julho. No estado, o setor de destaque foi a soja, com US$ 1,11 bilhão: US$ 838,71 milhões de soja em grãos, US$ 256,61 milhões de farelo de soja e US$ 16,88 milhões de óleo de soja.

Os cereais foram o segundo produto de destaque na pauta de exportação de MT, com US$ 128,28 milhões.

Em terceiro ficou o setor de carnes, com US$ 128,23 milhões. O principal item foi a carne bovina, com US$ 100,77 milhões, seguida pela carne de frango, com US$ 16,41 milhões, e pela carne suína, com US$ 10,14 milhões. As demais carnes somaram US$ 906,38 mil.

 

Rio Grande do Sul

Com exportações de US$ 1,30 bilhão em julho, o Rio Grande do Sul ocupou a terceira posição no ranking. O complexo soja foi o principal setor, com US$ 747,54 milhões: US$ 646,89 milhões de soja em grãos, US$ 90,55 milhões de farelo de soja e US$ 10,10 milhões de óleo de soja.

Em seguida ficaram as carnes, com US$ 202,50 milhões. Deste valor, US$ 129,07 milhões de carne de frango, US$ 50,25 milhões de carne suína, US$ 14,33 milhões de carne bovina, US$ 5,15 milhões de demais carnes, miudezas e preparações, US$ 3,37 milhões de carne de peru e US$ 344 mil de carne de equídeos.

O fumo e seus produtos constituem o terceiro item mais vendido para o exterior pelo RS. As exportações do setor somaram US$ 133,65 milhões.

 

Paraná

O Paraná, com montante de US$ 1,24 bilhão, ficou em quarto lugar ranking no mês de julho.  As exportações paranaenses do complexo soja somaram US$ 601,73 milhões. Deste valor, US$ 410,54 milhões foram de soja em grãos, US$ 157,48 milhões, de farelo de soja e US$ 33,71 milhões, de óleo de soja.

Em segundo lugar, ficou o setor de carnes, com US$ 295,26 milhões: US$ 265,02 milhões de carne de frango, US$ 16,50 milhões de carne suína, US$ 5,85 milhões de carne bovina, US$ 5,60 milhões de carne de peru, US$ 2,19 milhões de demais carnes e miudezas e US$ 95 mil de carne de equídeo.

Os produtos florestais ficaram em terceiro lugar, com US$ 130,12 milhões: US$ 81,86 milhões de madeira e US$ 48,25 milhões de papel.

 

Minas Gerais

Minas gerais ocupou a quinta posição no ranking das exportações por estados. As vendas externas mineiras alcançaram US$ 686,58 milhões em julho. O café foi o principal produto, com o valor de US$ 261,74 milhões.

Em segundo lugar, ficou o complexo soja, com US$ 134,95 milhões. Deste valor, US$ 124,87 milhões de soja em grãos, US$ 10 milhões de farelo de soja e US$ 72 mil de óleo de soja. Em terceiro ficaram os produtos florestais, com US$ 67,24 milhões: US$ 66,71 de celulose, US$ 435,86 mil de madeira e US$ 94,44 mil de papel.