Localizado em uma região produtora de soja, milho, algodão, arroz e com forte aptidão pecuária, o município de Itiquira (MT) tem atraído empreendedores do agronegócio e despertado interesse também em outras áreas. Com aproximadamente 12 mil habitantes, possibilidade de expansão e logística privilegiada – a cidade fica na divisa entre o Mato Grosso e o Mato Grosso do Sul -, Itiquira aos poucos se abre para novos mercados. O prefeito da cidade, Humberto Bortolini, confirma este avanço:

– Recentemente, nós recebemos investimentos no setor de eucalipto, sendo que hoje está sendo implantada uma indústria para beneficiamento de eucalipto, laminados e agregados. Temos ainda dois distritos próximos à cidade com áreas livres para construção de empresas e, claro, para pecuária e agricultura, que é o que nós temos de melhor na nossa região – enfatiza.

E é neste cenário promissor que a Nilo Imóveis apresenta uma propriedade de 770 hectares, com dupla aptidão, a 15 quilômetros do asfalto e próxima à ferrovia de Itiquira. A fazenda possui estrutura para a pecuária e para a agricultura – o solo tem uma média de 25% de argila e boa parte da terra já foi trabalhada para a lavoura -, e é rica em recursos hídricos. A área conta ainda com georreferenciamento e há possibilidade de negociação no pagamento. 

– O proprietário quer vender as terras porque está de olho em outro negócio, então as condições de pagamento estão bem flexíveis. Ele pede uma entrada e o restante dividido em três parcelas anuais indexadas em soja – salienta Newton Cavalcanti, especialista em comercialização de imóveis rurais.

A fazenda está à venda exclusivamente pela Nilo Imóveis. 

Ainda no Mato Grosso, vamos a outro pequeno município: Rosário Oeste, de 18 mil habitantes. É lá que fica a Fazenda Panflora, destinada a pecuaristas que buscam escala e produtividade. Com 8.446 hectares – mais de 2.000 com pastagens formadas –, estrutura completa para a atividade pecuária e cenário pronto para o reflorestamento, a propriedade é para clientes exigentes. 

– A Panflora possui uma estrutura de encher os olhos. Tem sede completa, sala de treinamento, dormitórios, refeitório, viveiro, vila de casas, garagem de máquinas e garagem para escritório, galpão-oficina, marcenaria, posto de abastecimento, lava-jato, guarita e balança, pista de pouso, baia e curral. Além disso, são 520 hectares de área de preservação permanente e reflorestamento com madeira de teca, já exportada para a Europa e com alto retorno financeiro – ressalta Cavalcanti.

A propriedade possui ainda energia elétrica em toda a sua extensão e uma represa, que facilita o abastecimento hídrico. Quanto à logística, as terras ficam no corredor do agronegócio brasileiro, a BR-163, entre os municípios de Jangada e Rosário Oeste, a menos de 100 quilômetros de Cuiabá.

Quanto ao pagamento, o proprietário pede 40% de entrada e o restante em seis parcelas anuais.

Para mais informações sobre as fazendas em oferta entre em contato com um dos consultores da Nilo Imóveis. 😉