O fim de semana está aí, então que tal aproveitar o descanso e dar uma olhada nas oportunidades de investimento que a Nilo Imóveis apresentou no programa Mercado da Terra desta sexta-feira? Convidamos você a viajar do Norte ao Sul do país, e conhecer as belezas naturais e o potencial agropecuário de duas propriedades com ótima capacidade hídrica e logística privilegiada.

Nossa primeira parada é no Mato Grosso, na cidade de Água Boa, e quem apresenta a fazenda de 1.508 hectares é o especialista em comercialização de imóveis rurais Celso Blemer:

– As terras tem ótima estrutura para a pecuária comercial e cultivo da soja, facilitando a integração lavoura-pecuária. São cerca de 700 cabeças de gado – entre vacadas e bezerros -, 1.100 hectares formados com capim braquiarão e destes, 940 direcionados à soja – ressalta.

Quanto à estrutura física da fazenda, possui sede principal, três casas para funcionários, galpão de zinco para maquinários, curral de madeira completo (com brete e balança eletrônica), curral simples e caixa d’água com 20 mil litros. A propriedade conta ainda com seis represas para o gado, nascentes e 16 divisões de pasto. Para Blemer, “a dupla aptidão da fazenda deve-se graças à pastagem bem formada e ao rodízio nos pastos”.

O consultor também ressalta que a propriedade possui georreferenciamento e 35% da reserva legal averbada na matrícula.

E se o clima e o tempo no Mato Grosso favorecem o cultivo da soja, a logística também é uma grande aliada para o investidor interessado em adquirir a fazenda em Água Boa. Somente 18 quilômetros separam a propriedade do município de Água Boa, e as estradas são cascalhadas. Além disso, as terras ficam às margens da BR-158 e próximas a unidades de abate e armazenamento de grãos.

E do Mato Grosso vamos ao Rio Grande do Sul, para Rio Pardo, município gaúcho em pleno desenvolvimento agrícola. Com 690 hectares, sede completa, segunda casa excelente, galpões e mangueira, a Fazenda Pederneiras está pronta para ser ocupada!

A propriedade possui ótima estrutura hídrica, com barragens para irrigação e água de rio para instalação do sistema de pivô central. Com relevo de coxilhas suaves e solo propício para a agricultura, a logística é facilitada pela proximidade da capital Porto Alegre: somente 160 quilômetros! Para Rafael Frescura, consultor da Nilo Imóveis, “o investidor só tem a ganhar ao adquirir a Pederneiras, pois além das terras pertencerem a uma região de grande expansão de soja, o clima e o tempo também são aliados para o cultivo do grão e de outras culturas”.

Compartilhe esse post!