O Índice de Confiança do Produtor Rural (ICPRural), medido trimestralmente pelo Programa de Pesquisas em Agronegócios da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão (AgroFEA), ficou em 86,15 pontos em abril, alta de 26% ante os 68,43 pontos do levantamento de janeiro de 2015. Em abril de 2014, o indicador apontou 104,25 pontos, acima dos 100 pontos, valor limite entre o pessimismo (abaixo) e o otimismo (acima) dos produtores rurais. “Os produtores estão se mostrando menos inseguros com a safra e o seu negócio, apesar de (o indicador de abril) ainda estar abaixo da linha do otimismo”, relatam os pesquisadores da AgroFEA.

Um dos indicadores utilizados no cálculo do ICPRural, o de preços, ficou em 98,99 pontos, variação de 29% sobre o levantamento anterior, quando o indicador apontou 76,6 pontos. “Isso é resultado das exportações e das vendas negociadas quando o dólar estava bastante valorizado, já que o câmbio favoreceu os agricultores em um momento de preço (das commodities) menor em dólar”, informaram. Apesar de ficar próximo aos 100 pontos, o indicador de expectativa de preços do mês passado ainda é inferior ao de abril de 2014, em 129,25 pontos, recorde na avaliação da AgroFEA. Outro crescimento considerável foi o de condições atuais, que variou 31,35 pontos, para 96,62 pontos, entre janeiro e abril, alta 48%.

Apesar do cenário econômico negativo, o indicador deste mês é também maior que os 94 pontos de abril de 2014. “Os resultados das colheitas realizadas nesses três primeiros meses e a mudança no câmbio contribuíram para deixar agricultores esperançosos para que a safra permaneça com saldo positivo nos próximos períodos do ano”.

Insumos

O indicador de insumos avançou 6% no trimestre, de 77,19 pontos para 82,15 pontos, mas foi bem abaixo dos 127,5 pontos de abril de 2014. “Apesar da constante preocupação com o alto custo de produção entre os entrevistados, é nítida a redução da expectativa de aumento do investimento com insumos se comparado com o período de 2013/2014”, relatam os pesquisadores da AgroFEA.

Equipamentos

Já o indicador para equipamentos, que mede a intenção de investimentos em máquinas, variou de 54,67 pontos para 63,82 pontos entre janeiro e abril, alta de 17%, mas também abaixo dos 66,06 pontos de abril de 2014. Os dados são apurados em entrevistas telefônicas com base em uma amostra de produtores de soja, milho, cana, café, arroz, citros e algodão em 16 estados brasileiros. Soja A AgroFEA realiza também um levantamento específico para soja, que mostrou uma melhora na confiança do produtor da oleaginosa. Em abril, o Índice de Confiança do Produtor de Soja (ICPSoja) ficou em 85,35 pontos, ante 72,11 em janeiro – alta de 18% entre os períodos – e 114,05 em abril do ano passado.

Fonte: Portal do Agronegócio