O tema principal do programa Giro da Terra da última segunda-feira (02) foi a “Prática de reflorestamento no Brasil”. Inclusive, uma característica em comum entre as duas propriedades apresentadas, tanto a fazenda Saquinho no Piauí, quanto a Panflora no Mato Grosso possibilitam esta prática.

O reflorestamento é uma ação ambiental que visa repovoar áreas que tiveram a vegetação removida pelas forças da natureza, também usado em propriedades rurais, destinados a fins lucrativos e ambientais. Podemos também chamar de reflorestamento, o processo de arborização de áreas específicas onde não havia vegetação nas últimas décadas. Neste processo, são criadas pequenas florestas, principalmente com espécies lenhosas. Esta prática é voltada principalmente para criação de áreas de lazer ou para melhorar a qualidade do ar em áreas que sofrem com poluição ou aquecimento.

O advogado da empresa Diamantino Advogados, Frederico Diamantino Bom Fim e Silva, participou do programa comentando sobre o tema. Segundo Frederico é importante que o processo de reflorestamento esteja dentro da análise de investimento do produtor rural. Ele faz com que a terra valorize: “Hoje a madeira deve ser certificada, a fiscalização tem batido em cima. Para quem pensa em um investimento de médio porte, está pensando em um ótimo investimento. Hoje temos grandes empresas no Brasil que investem, ou compram áreas reflorestadas, ou fazem arrendamento de terras, para que as pessoas possam investir cada vez mais”, comenta o advogado.

Outro objetivo importante do reflorestamento é melhorar o desempenho de bacias hidrográficas. Usando o processo, muitas empresas deixam de comprar madeira proveniente do corte ilegal, poupando a natureza. A prática é aplicada também em áreas de encostas, com o objetivo de impedir deslizamentos de terras. Neste contexto, ele também é eficaz no combate à erosão do solo.

O programa foi apresentado na última segunda-feira (02.02), com apoio de Nilo Ourique e de toda a sua equipe especializada em compra e venda de propriedades rurais.

Você pode assistir o programa completo em nosso canal do Youtube: http://bit.ly/canalNILORURAL.